11.22.2008

Cromossomo Y é capaz de corrigir anomalias genéticas

Essa notícia nem é nova não, é de 2003! Mas mesmo assim, é interessante destacar essa característica dos cromossomos Y... Nê?

Aí meninos, não fiquem tão tristes, o cromossomo Y até que é interessante.. ha!

;D

Uma pesquisa mais profunda sobre o cromossomo Y --que caracteriza o sexo masculino nos seres humanos-- revelou que ele carrega mais genes do que os cientistas imaginavam e, ao contrário do que pensavam, é capaz de corrigir anomalias genéticas sozinho. Além disso, segundo o estudo, a maioria dos genes no Y está relacionado à produção de esperma.Os estudiosos descobriram ainda que o cromossomo usa um mecanismo incomum capaz de restaurar os genes quando eles se danificam. A pesquisa será publicada na edição desta semana da revista "Nature" (http://www.nature.com/).Os seres humanos possuem 23 pares de cromossomos, que por sua vez carregam genes. Esses pares --um herdado do pai e outro da mãe-- incluem uma dupla de cromossomos X (nas mulheres) e uma XY (nos homens).Por anos os cientistas acreditaram que o Y, um cromossomo fraco e pequeno se comparado ao X, era pouco "capaz". Para eles, era impossível que ele se juntasse ao X para reparar problemas, assim como os outros genes fazem."A idéia era de que no Y os genes fossem singulares. Que não tinham com quem trocar elementos e assim eram incapazes de se livrar de anomalias genéticas", disse David Page, médico do Howard Hughes Medical Institute que liderou o estudo. Mas para a sua surpresa, os cientistas descobriram que os genes no Y eram palíndromos (frase que independentemente do sentido em que se lê têm o mesmo significado. Por exemplo: Socorram-me subi no ônibus em Marrocos, ou também, 2002), mas claro, muito mais longos. E os cromossomos conseguem formar pequenos círculos nos quais os genes de uma extremidade podem ser colocados juntos aos genes do outro lado do anel, trocando as sequências e assim corrigindo mutações. Para Page, isso pode manter o cromossomo Y armazenado com genes saudáveis para a reprodução humana. "Não se trata simplesmente de uma versão de um cromossomo antigo e comum", disse.Além disso, o Y pode trocar uma quantidade limitada de genes com X, mas de maneira geral, ele trabalha de modo a reparar anomalias, revela a equipe, que inclui cientistas da Universidade de Washington.O estudo não conseguiu ainda revelar quais a relação do cromossomo Y com o comportamento dos homens.

Legal, nê?

Nenhum comentário:

Postar um comentário