10.07.2012

Pesquisa da Esalq lança luz sobre a relação entre genótipos e ambientes


Os ambientes influenciam os genótipos de forma bastante efetiva. As características do ambiente, representadas por temperatura, pluviosidade, geada luminosidade, vento, altitude, latitude, influenciam e interferem nas respostas do material genético proveniente das mais variadas culturas agrícolas.
interação entre genótipos e ambientes é fundamental para se obter variedades superiores
Foto: Marcos Santos / USP Imagens
Após uma década de estudos nessa área, o professor do LCE propôs, em parceria com um grupo de pesquisadores do Programa de Pós-graduação em Estatística e Experimentação Agronômica da Esalq, uma nova aplicação no Teste Estatístico F, um modelo desenvolvido na década de 1940 pelo pesquisador inglês Ronald Fischer (1890-1962). “Os melhoristas de plantas compreendem que a interação genótipos e ambientes é de suma importância para obtenção de variedades superiores. Entretanto, há necessidade de entender a contribuição de cada genótipo e ambiente”, comenta Mirian Fernandes Carvalho Araújo, matemática da Universidade Federal de Uberlândia (UFU) e autora da dissertação de mestrado, orientada pelo professor Tadeu, que propõe o novo formato do Teste F.

Um comentário: